World Travel Guides


Geórgia - Getting there & away, getting around


Geórgia - Getting there & away

Por vezes, o aeroporto de Tbilisi sofre falhas de energia que impedem o funcionamento dos focos de sinalização por breves períodos de tempo e já se verificaram casos em que os aviões tiveram de aterrar com recurso aos procedimentos do voo à vista. No entanto, a visibilidade na cidade é quase sempre boa e ainda não se verificaram quaisquer acidentes de grande gravidade no aeroporto. Porém, preocupações com as técnicas de manutenção e outras medidas de segurança da Orbi Airlines levaram a que a embaixada dos EUA recomendasse aos seus funcionários que não utilizassem a companhia aérea georgiana de tarifas reduzidas em viagens oficiais. Se optar por seguir o conselho da embaixada americana, poderá recorrer à British Airways, que faz voos regulares para Tbilisi.

A auto-estrada que estabelece a ligação entre a Geórgia e a Rússia, percorrendo a costa da Abkhazia, através do túnel da Cordilheira do Cáucaso, encontra- se encerrada. Entre as estradas que dão acesso à Geórgia encontram-se a auto-estrada militar da Geórgia, que atravessa o desfiladeiro de Dariali e, a sul, a Turquia, Arménia e Azerbaijão. Segundo os turistas, os subornos são muito comuns nas fronteiras. Pode tentar levar alguns cheques de viagem e dizer que são o único dinheiro que traz consigo: os cheques de viagem são completamente inúteis para os guardas.

Existem três grandes portos (Batumi, Poti, Sukhumi) na costa do Mar Negro da Geórgia. Batumi e Poti são o ponto de partida dos navios de mercadorias que se destinam a Odessa, Sochi, Trabzon e Istambul. Embora os tempos em que era possível viajar à boleia num navio de carga tenham praticamente acabado, ainda é possível fazê-lo, se tiver algo para dar em troca. Se pretende chegar à Geórgia de navio, deverá dirigir-se aos portos de Génova e dos Pirenéus. No entanto, o melhor é ter um plano de recurso.


Getting around Geórgia

Existem voos domésticos entre o Aeroporto Central de Tbilisi e Kutaisi, Butami e Senaki. Se estiver perto das montanhas, também poderá recorrer aos helicópteros, mas este serviço é muito caro.

Fora de Tbilisi, as estradas encontram-se geralmente em mau estado de conservação e a sinalização horizontal é quase inexistente. Conduzir durante a noite pode ser bastante perigoso: embora não aconteça com frequência, vários turistas queixaram-se de terem sido assaltados dentro dos seus próprios carros; não pare, a menos que seja uma ordem da polícia ou do exército. Poderá alugar um carro com motorista por 20 USD ao dia, não incluindo a gasolina.

A linha principal dos Caminhos-de-Ferro Transcaucasianos estabelece a ligação entre dois ramais ferroviários, que partem de Baku (Azerbaijão) e de Yerevan (Arménia). Esta linha atravessa a Gérgia, ao longo da costa do Mar Negro, em direcção à Rússia. Actualmente a linha encontra-se cortada devido aos conflitos em Abkhazia, pelo que é bastante difícil viajar de comboio no Norte e Oeste. É possível viajar em qualquer outra direcção, mas certas ligações não são muito frequentes. Há ligações regulares entre Tbilisi e outros centros regionais da Geórgia, assim como para a Arménia, Azerbaijão, Rússia e Turquia.

Os transportes públicos da capital não são caros, são relativamente frequentes e incluem uma rede de metropolitano, autocarros e eléctricos. Nos últimos tempos têm ocorrido furtos no metropolitano. A maioria dos táxis pertencem a particulares, mas também existem taxistas profissionais em zonas devidamente assinaladas.


Hosting by: Linux Hosting
Travel Guides | Guides Site Map | Indian restaurant | Daily deals
© WorldGuides 2018. All Rights Reserved!